Mensagens de Blog

Poeta

PRISÃO VOLUNTÁRIA

3369198266?profile=RESIZE_710x

 

PRISÃO VOLUNTÁRIA

Tanto tempo trancafiado
em meu quarto, meditando;
meu corpo desprendia leve
cheiro de bolor. Li livros
que deram-me a sensação de livre,
em uma escolhida solitária.

Assisto ao filme de meu viver, calado,
Me alimentando de víveres ; falando
comigo; absorvendo o que se deve,
No vaso de sonho um lírio de crivos,
Nos cômodos de acentuados declives,
Filosofando sobre questões primárias.

(Gustavo Drummond)

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.