Mensagens de Blog

Poetisa e Escritora

POEPOEMA SOBRE IMAGEM -O QUE VEMOS

 

 

 

 

 

 

Com a passagem para o belas artes perdi a imagem apenas tenho o poema visionado

 

A construção de um poema sobre imagem

 

O que vemos perante os nossos olhos

De Té

 

Enigmaticamete

Uma tela uma janela

E a natureza

espreita por ela entrançada

Indescritível beleza

Olhos de mar e de lua

Enigmática postura

Lábios fechados

Bem desenhados

Clara formosura

Há um lampejo

Brilho e flama

Nesse olhar estranho

Musa de artes

Alvéolos de brandura

Notas caladas

Negras e marfineas

Sem tangedor

Modelo silenciado

em delicioso esmalte

Vulto de beldade

Papiros do Nilo

sem criadores

Poetas pintores

irão bordar

irão cinzelar

poemas de heróis

Sensitivos ardores

Jasmins e amores

Brilhos azuis aurorais

Sombreados em aspirais

Espectros de vestais

Pululam na janela sem sigla

em clara vigilia.

 

Um poema do baú de 2007

de Té Etelvina Costa -

Eu escrevia assim

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –
Poetisa e Escritora

Imagem de belas artes belas dar os creditos a quem pertence a criação da imagem

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.