Mensagens de Blog

poema passarinho

 

 

 

Poema passarinho


Ah!Pobre deste passarinho poema,
Que ao bater,célere, asas coloridas.
Parecia,deveras, alegrar minha vida.
Deixou,porem,em mim,triste pena...

Tanto,quisera visitar,momento fugaz,
Alma alada que em ninho,assim,embala.
Ante mavioso canto toda natureza cala!
Ah!Deixa no caminho,sementes de paz...

Desça,pois, do céu gentil poeminha ave,
Trazendo entrelaçados versos em palha,
Do mistério de tu’alma ninguém sabe...
Colho de tua poesia pequenas migalhas.

Passarinho poema se,um dia fores embora,
Não ouvirei teus sonetos em mavioso canto.
Não será de saudade o mais dorido pranto,
Mas,d’agonia que pobre de minh’alma chora!

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.