Mensagens de Blog

Poeta

PASSEIO SOLITÁRIO...

 

 

Era uma tarde própria para um mergulho

as nuvens estavam alegres e risonhas

sorrindo do rei sol que elas não deixaram que os seus raios dourados

transpassassem suas partículas...

 

Era uma tarde própria para dourar os seus pelos

para deixar que o suor emergisse dos poros

para marcar a pele com a forma do seu monoquíni

não era uma tarde própria...

 

Trajava um vestido de praia

lindo, leve e solto

com linhas douradas para realçar o seu corpo

quando pelas areias caminhava sedutoramente...

 

Os passos às vezes saltitantes pelas areias molhadas

os seus pés brincando com as ondas que ali terminavam o seu mergulho

trazia nas mãos uma sandália meio que rasteirinha

e os cabelos totalmente livres e entregues ao sabor do vento...

 

Na mente

apenas a alegria de ser e estar feliz

no pensamento apenas a felicidade de fantasiar de alegre

o que poderia pensar querer estar triste...

 

Para descansar daquele prazer quase nada cansativo...

virou-se para a sua esquerda caminhou alguns passos e sentou-se

em posição de lótus aspirou e respirou algumas vezes

sustentou o corpo e de olhos fechados sorriu de soslaio...

 

O que estaria meditando?...

 

Na paixão daquele nórdico casal imperial que se uniram em pensamento

e ela habitava pelas praias

e ele nas montanhas

e quando necessitavam tinham-se em pensamentos?...

 

Skadi habitou e habituou o seu corpo nas praias

e Nijord... não se permitia deixar as suas montanhas...

 

Pensava então o meu querer...

 

Pudera estar escondido na cerca que guarda os seus pensamentos

ornadas de rosas deslumbrantes ainda não catalogadas para o ser comum

e pelas frestas caminhar cada centímetro

do teu cérebro iluminado por transcendentes luzes...

 

Uma fina garoa do mar aproxima-se

umedece os seus cabelos, o seu corpo, o seu vestido...

e o belo corpo se pruma

volta-se em direção às estradas desse mundo...

 

Caminha alguns metros e adentra ao veículo que a conduzirá,

para onde?...

Volto para o lugar que estava a observar aquele corpo de mulher

passo pelo espaço aonde ela estava assentada...

 

Não!!!... Ela esqueceu as sandálias!!!.. Ahhh!... Se eu soubesse o lugar que ela habita...

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.