Mensagens de Blog

Artista Digital Poeta e Escritor

OS POROS DO TEU SAL

 

 

sou uma relíquia inacabada
aos deuses devo a vida e a glória
sou um peregrino nessa estoica jornada
um marco antigo na nossa história

ao eterno lanço a minha proa
caravela livre em mar agitado
sou nas ondas um peixe que voa
às marés confio todo o meu fado

quero esfumar-me nesse horizonte
como nuvem branca sem juízo
pertencer ao céu atrás de um monte
chegar fácil sem nenhum aviso

quando suspirar o pranto final
estarei nos teus braços meu amor
como teu servo de valor sem igual
em teu colo remarei contra a dor

serei mar nos poros do teu sal

 

mongiardimsaraiva

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.