Mensagens de Blog

Poetisa e Escritora

O entardecer sem você

 
 
 
O entardecer sem você

 
O entardecer, quase sempre é um momento de melancolia...
E para mim, (porque não dizer?) de imensa nostalgia!
Vendo o sol tingir de vermelho o horizonte, quando o dia está morrendo,
me faz lembrar tardes de outono e inverno em sua companhia...
Olho para o mar... parece que ele segura o sol vermelho alaranjado,
para soltá-lo no fim do mundo.
Os passarinhos começam a se abrigar, ainda cantando baixinho...
As ondas arrebentam com atrevimento.
Parecem me chamar... me convidar a ir com elas.
A tristeza é profunda nesses momentos. Dói!
Escuto ao longe o som da Ave Maria...
o eco que se espalha por todos os cantos.
Deitada na areia, fico ouvindo aquela música melancólica,
percebendo as primeiras estrelas
e a lua que começam a aparecer.
Minha mente sobrevoa sem amarras...
Ah, querido... quanta saudade!
Relembro cada pedacinho do nosso tempo juntos,

que eram tempos felizes aqueles!
Entretanto, já não depende de mim... de nós...
Por mais que eu deseje, nunca mais voltarão!
Restaram-me as saudades, que jorram das lembranças doces...
A hora da Ave Maria continua sendo, para mim, o momento mais melancólico.
Chega a ser impiedoso esse momento...
marcando mais um entardecer de solidão,
dessa frequente desesperança...
mais um entardecer sem você!
 
Enviado por Ciducha em 20/07/2011
Código do texto: T3106345
*************
 
Créditos
Tubes
Arte e Formatação
Ana Ridzi
 
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.