Mensagens de Blog

Poetisa e Escritora

O Dia Das Crianças

                                                                      

Na década de 1920, o deputado federal Galdino do Valle Filho teve a idéia de instituir o "dia das crianças". Os demais deputados aprovaram o projeto e o dia 12 de outubro foi oficializado como Dia da Criança pelo presidente Arthur Bernardes, em 5 de novembro de 1924.
Trinta e seis anos após este decreto, em 1960, quando a Fábrica de Brinquedos Estrela fez uma promoção conjunta com a Johnson & Johnson para lançar a «Semana do Bebê Robusto» e aumentar suas vendas, é que a data passou a ser comemorada. A estratégia deu certo, pois desde então o Dia da Criança é comemorado com muitos presentes!
Seguindo a “idéia genial”, outras empresas decidiram criar a Semana da Criança, para aumentar as vendas!. No ano seguinte, os fabricantes de brinquedos decidiram escolher um único dia para a promoção e fizeram ressurgir o antigo decreto.
A partir daí, o dia 12 de outubro se tornou uma data importante para o setor de brinquedos.
É lamentável que muitas datas comemorativas sejam associadas somente ao comércio e à compra de presentes.
Deveria ser o Dia da Criança uma data para Encontros em comunidades ou em outros ambientes, a fim de conscientizar a população e as autoridades sobre os sérios problemas que enfrenta a infância em nosso país e as possíveis soluções.
A Família é a primeira educadora e para isto precisa preparar-se. A queixa dos professores de alguns anos para cá, é de que está cada vez mais difícil dar aulas, pela ausência de disciplina, respeito e obediência. Há alunos que já vem do meio familiar com preconceitos.
O conceitos devem ser ensinados pelos pais, já em tenra idade e sem autoritarismo. Será que os pais sabem fazer isto?
Os pais, em sua grande maioria não percebem que enquanto estão no trabalho, os filhos desde muito pequenos já estão em frente da TV e da Internet assimilando filmes, jogos e desenhos infantis de violência e outros impróprios para a idade. Como crescerão estes jovens? Saberão ser críticos ou aceitarão tudo que lhes aparecer na vida?.

Tudo passa pelo fator Educação. Infelizmente, em nosso imenso Brasil a Educação não é prioridade para os governantes. Não adianta colocar nas estatísticas que “todas” as crianças estão matriculadas na escola. Elas tem que também freqüentar as escolas. Há um funil onde vão diminuindo os níveis educacionais avalassadoramente, à medida em que sobem as séries escolares.
Além do fator educacional nós sabemos que há vários outros, como abandono, prostituição infantil, drogas, tráfico.
O ECA, Estatuto da Criança e do adolescente, aprovado pelo Congresso Nacional na década de 90, precisa ser revisto, porque os direitos das crianças e dos adolescentes são muito maiores do que os deveres.
De acordo com o Código penal brasileiro, o adolescente quando comete um homicídio ou latrocínio, ou assumindo a culpa de um bandido maior de idade, fica isento de punições atuais e futuras. Cada vez aumenta o índice de menores e adolescentes no crime. Quem está fazendo alguma coisa para mudar esta situação?
Alguns países comemoram o dia das Crianças em datas diferentes do Brasil. Na India, por exemplo, a data é comemorada em 15 de novembro. Em Portugal e Moçambique, a comemoração acontece no dia 1º de junho. Em 5 de maio, é a vez das crianças da China e do Japão comemorarem!

Muitos países comemoram o dia das Crianças em 20 de novembro, já que a ONU (Organização das Nações Unidas) reconhece esse dia como o dia Universal das Crianças, pois nessa data também é comemorada a aprovação da Declaração dos Direitos das Crianças. Entre outras coisas, esta Declaração estabelece que toda criança deve ter proteção e cuidados especiais antes e depois do nascimento.

Muito é preciso fazer-se em prol da infância em todo o mundo. O carinho e a proteção de uma família são os primeiros passos. Outros elementos básicos também são necessários.
Toda criança deve ser cultivada com carinho e afeto, como se fosse uma verdadeira e delicada planta. O investimento realizado para o futuro de uma criança, não quer dizer que ela venha a ser um grande vulto, mas que aprenda a ter dignidade, caráter e moral.
Com estes atributos, as crianças que no futuro serão adultos formados, deixarão exemplos a serem seguidos, até que o reconhecimento seja dito:-Estes são os grandes homens.
Aristóteles já preconizava na antiguidade grega:
-“Educai as crianças e não será preciso punir os homens”.

Referências:  www.interney.net/?p=9753075 - ECA- Estatuto da Criança e do Adolescent
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.