Mensagens de Blog

O demônio da mente

O demônio da mente

Maldita és tu ! Ó, culpa!
Que vem intoxicando o insano
Em irrealizáveis anseios.

Suas alianças são vazias, facilmente destruídas
Repleto de falhas e mentiras
Portadora da mais pura ilusão.

Mostra a tua verdadeira face!
Limitadas entre transtornos compulsivos
Rebele-se maldição.

Tua perversidade me assusta
Tuas drogas causam alucinações
Teu querer traz somente a morte.

Lastimável é vossa insensibilidade
Que embriaga toda a minha essência com tua prepotência
Maldita de minha existência.

Carlos de Campos

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.