O AMOR

O amor,

Ele é completo,

É mais que perfeito,

Ele apenas finda

E num piscar de olhos

Renasce novamente

Em nosso coração.

 

Mesmo que ele tenha

A interferência do bom

E belo senso desta humanidade,

Ele nunca se acaba.

 

Apenas as vezes ele

Esconde-se para

Refletir, pensar e

Para mais tarde

Voltar a tona com

A força máxima.

 

O amor muitas das vezes

Ele se mistura nas cinzas

Desta evolução sentimental

Que se abate em cada coração.

 

Mas com muito carinho,

Muito amor ele visualiza

O caminho a percorrer

E vai de encontro a pessoa amada.

 

Vivemos num mundo

Onde o amor esta ficando

Para segundo plano,

Vivemos na realidade

Que nem mesmo um

Banho de água fria,

Devolve-nos de volta ao

Extremo do mais lindo

Amores que existia.

 

Enquanto muitas emoções

Feitas de plásticos ganham o mundo,

Vivemo-nos o grande amor

Que conhecemos um dia,

Para simplesmente poder

Desfilar de mãos dadas

Como nos tempos antigos,

E dizer que além desta modernidade

O amor ainda existe,

E vivera por muito tempo

Dentro de cada coração.

 

Comendador Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Membro Efetivo da Academia Marataizenses de Letras

Embaixador da Paz

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas