Mensagens de Blog

Poeta e Escritor

Nada é o que Parece

Nada é o que Parece

 

No azul o homem

ao ver o seu irmão

no vermelho se prostrou

de joelhos

e fez uma prece,

se

toda a vida

(Seria uma ficção?)

é um sonho, ao ver

seu irmão tristonho,

o homem fez-lhe uma prece

sem pensar que fosse uma ilusão; Mas oque

é a vida senão

um frenesi, um agrado dos Deuses.

E

dos mais infelizes

que eu já vi.

 

Apesar

de poder estar errado os grilhões provam

que tanto

no azul, quanto no vermelho,

ambos

são pesados,

nada deste mundo se entende

e por mais bonita

a condição que ele defende, acha que o irmão é

apenas

um pobre coitado.

 

Sua

miséria e pobreza

o faz parecer que padece

e o homem que lhe fez uma prece

mesmo

nadando em riqueza

não diz,

mas posso dizer com uma quase certeza

que nem sempre as coisas são o que parecem.

 

Alexandre Montalvan

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.