Mensagens de Blog

Poeta

Na rua de uma canção

Foi naquele curioso instante quando restava-me chorar

Que a lágrima perspicaz alcançou o breu de meus olhos

De alguma forma trouxe lá do fundo o azul esverdeado do mar

Fez da noite o meu mundo transformou lamento em orvalho

 

E fortalecido nas palavras do silêncio do vento

Aquelas mesmas que tantos insistem em não ouvir

Olho aos céus e inspiro a canção

Versos e vozes que nunca me deixarão desistir

 

Fiquem com Deus

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –
Poeta

Carlos Correa

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.