Mensagens de Blog

Escritor Poeta e Escritor
 
 
Eu sou a arte sonora de Orfeu
Que ao seu som, as florestas se curvavam,
E animais que eram bravos, amansavam
Quando os mesmos ouviam canto seu.
Eu sou o amor de Marília por Dirceu
Que Tomás descrevia em sua "pena".
E do pranto, eu sou lágrima serena
Ao chorar por amor ou de alegria!
Sou o teatro "real" da fantasia,
PARA O ATOR ESCREVER A PRÓPRIA CENA!
*
Eu sou a brisa trazendo o amanhecer
Com o rubro mais lindo do arrebol.
Eu sou as noites que vem ao por do sol
Com lembrança de alguém que eu quero ver.
Eu sou o enfermo lutando pra viver,
E a vontade de ter saúde plena!
Eu sou a pétala em flor a mais pequena,
Exalando a mais pura poesia.
Sou também o teatro a fantasia
PARA O ATOR ESCREVER A PRÓPRIA CENA!
 
Direitos autorais protegidos
Pela Lei nº. 9.610 de 19/02/1998.
Mote e glosa: Assis Coimbra.
WhatsApp : (11)9.4213. 7976
 
 
 
 
 
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.