Mensagens de Blog

Monólogo de uma poetisa (eu)

Monólogo de uma poetisa(eu)
 
Como dizer a alguém
que pensa que não ama, que ama,
Que não é por amor,
mas por companhia que reclama?
Pois como alguém, sem amar,
 poderia tornar-se poesia?
Como sem a paixão, a dor e o amor
um poeta se faria?
Este amor sem destino que trazemos no peito,
na ânsia de se dar,
fantasia-se em entregas ao leito,
que não demanda amor,
mas tão somente o bom jeito...
Não, meu poeta, o que sentimos
 é o amor que chora,
que sem ter a quem entregar-se
e por não poder ir embora,
exige, implora, exalta-se
e jorra na poesia que o leva à forra.
 
Desculpe-me pela intromissão,
mas se vejo tanto amor em seus olhos...
Quanto dele haverá em seu coração?
 
Ciducha seefelder
 
 
 
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • BRONZE BABPEAPAZ

    Smile.gif

  • BRONZE BABPEAPAZ

    O sentimento já explica em si tudo: Sentir

    e só o sentir é o suficiente para atrair 

    o entendimento exato que se necessita naquele momento

    Muitas vezes se percebe em outras ficam por debaixo

    do subconsciente.

    As vezes não tem como dizer mas mostrar,

    apontar o caminho do paraíso

     

    Agradeçopor ler

    • Obrigada pelo carinho de sempre,poetisa maior!

      Sou sua fã de carteirinha

      Beijossssssssss

  • TOP BABPEAPAZ

    Apologia ao amor.  Sem medo de errar, poeta Ciducha.  Beijo.

    • Obrigada pela leitura poeta e amigo querido

      Fiquei feliz e vaidosa

      Beijosssssss

  • PRATA BABPEAPAZ

    Ciducha,essa é uma das poesias mais lindas que já li falando  de amor.Te abraço

    • Obrigada Marcia querida pelo carinho

      Fiquei feliz e vaidosa

      BeijossssssssssssssssssssssTongue.gifTongue.gifTongue.gifTongue.gif

  • Sinceramente, desse tal de amor não sei o que falar... Mas, gosto e aprecio quem sabe falar sobre ele... a poetisa CIDUCHA, por exemplo... beijosss

    • Obrigada poeta NÔMADE,

      Não é preciso falar sobre o amor.,basta entendê-lo!

      Beijos e um Feliz Ano Novo,com muito "amor" junto aos seus

       

This reply was deleted.