Mensagens de Blog

Poeta

MADRUGADA...

 

 

Tateio por formas transformadas,

iluminadas ou opacas,

imaginando o perfil mais que perfeito;

moldado por mãos idealistas e impulsivas,

quase, imperativas...

 

Busco o aroma do néctar perfeito,

só encontro fórmulas em papel rasgado,

pedaços lançados em qualquer canto,

que teimam lacrimejar os meus olhos,

sedentos de tons mais acentuados...

 

Na verdade,

o que mais quero agora é estar comigo

e com a outra metade da minha mente,

que sorri, quando eu choro,

que chora, quando eu sorrio,

mas que me completa,

mais do que o tanto do quanto eu a ela...

 

Tateio,

procuro,

chamo...

Por onde caminhará a outra metade da minha mente?!

 

Sussurram-me...

 

- No lugar que ela habita as ruas são cobertas de cristais,

e quando por elas os seus passos caminham,

todos eles cintilam, sorriem e imploram, pelo seu breve retornar...

 

Volto,

rastreio,

procuro por formas cintilantes,

talvez encontre...

 

Já é madrugada...

Madrugada de inverno...

Frio interno...

Metricamente calculada...

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.