poesia (15)

EM MEU OLHAR


E pregnantodos são filhos


And pregnantall are children

Eu sou a fauna dos versos
Às vezes multiplico cores
Contas no fio em outra língua
Coloco as mãos no quadril
E pregnantodos são filhos
Cultuo árvores e crocodilos
Desloco se respiro sem te ver
E pu

Saiba mais…

TIPAGEM

 

o que eu gosto no poema é o abismo

que abre

entre as páginas de um branco ranço

sem-graça

o que eu gosto no poema é me sentir

como alguém que se prepara para o amor

despreparado

é daquelas palavras tortas e sujas

arrumadas

como dentes que fossem a um casamen

Saiba mais…
PRATA BABPEAPAZ

A Poesia

 

125268583?profile=original

 

                          Poesia  

                São  palavras, gestos,

                    Momentos e formas.

                           Avivam

                      os  sentimentos

                  

Saiba mais…

LACUNAS

E quando a palavra já não mais cabia
o silêncio
ganhava o dia

_ a vida se preenchia dos não saberes.

No caderno, uma pauta à espera
da quietude preenchida.

Mas o silêncio se abancou e preencheu todas as páginas.
Um não-lugar que me apetecia

_ um não sa

Saiba mais…