JURAS DE AMOR

Bem no meio da conversa,

Um caso que terminou,

Aonde apenas um fala

E o outro fica escutar,

Sentindo que os olhos

Começa a chorar sentindo que

A lógica de tudo é apenas

Este desamor que se acabou,

E nem mesmo assim um se

Entrega e fica ali cabisbaixo.

 

Um pergunta ao outro quem vai sair,

Arrumar as coisas e colocar na mala,

Enquanto no outro canto da sala

Apenas o outro de um lado para o outro

Caminha cabisbaixo com um cigarro.

 

E o coração que tanto amou um dia

Virou agora um coração de palhaço,

E logo começa a bater mais forte,

Pois quem fica nunca vai desejar que

O outro tenha sorte na vida.

 

E agora longe um do outro,

A vida começa toda errada

Pois o homem não vai se importar

Mais se a sua roupa esteja amarrotada.

 

E a mulher começa a ter crises

E muita das vezes chora

A dor deste grande amor de tua vida

Que um dia ela amou com toda

A sua força e hoje ela viu este amor

Ir embora deixando apenas o teu

Coração num vazio sem fim.

 

Diferente é a volta,

O homem todo sorridente fica,

Ele se arruma, faz a barba que tinha

Crescido e ele nem notara,

Lava o carro que com o tempo

Ficou todo empoeirado pela

Falta desse amor em tua vida,

Toma um banho demorado

E logo vai passar o perfume

Preferido de teu amor.

 

Fazem juras de amor dizendo

Um para o outro que nunca mais

Irão perder este amor e que a vida

A partir deste instante será muito linda.

 

A moça sai correndo coloca

Aquele vestido que sempre agradou

Ao teu amor cuidando de tua beleza

A tarde toda para ir encontro da

Felicidade que um dia foi

Tudo na vida dela e hoje tem o recomeço,

Num lindo jantar a luz de velas,

Recheado de amor numa gostosa sobremesa,
e perto um do outro a vida torna-se

Muito linda e a solidão que tanto um

Dia invadiram estes dois corações

Hoje da espaço ao amor da vida

Deste casal que uniram novamente

Para tão somente viverem este grande

Amor que ressuscitou e dois corações.

 

Comendador Marcus Rios

Poeta Iunense – Acadêmico –

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

 

Inspirado na música de Zezé di Camargo e Luciano Dois Corações e Uma História.

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.