Mensagens de Blog

Artista Plástica Poetisa e Escritora

JUNTANDO OS CACOS

JUNTANDO OS CACOS

 

Juntei os cacos da minha vida, sofrida

Enxuguei o sangue que jorra do meu coração

Fechei os olhos pra não ver o mundo,

Entrei dentro de mim...

A pergunta foi uma só...

Quem sou eu afinal!

Por mera coincidência uma fraude do destino,

Ou uma coisa tida como pessoa?

A resposta ficou no ar...

Sei apenas da minha luta exausta pra te ter,

Sai despedaçada, inútil dizer o que sinto,

Sinto que o mundo não tem o amanhã,

Que o mar perdeu sua cor e ternura,

O infinito nem me atrevo admirar,

Sou insignificante demais sem ti pra ver coisas belas!

Meus olhos, o retrato de minha dor, sigo assim,

Se juntar os cacos jamais serão os mesmos.

 

MENDUIÑA

135179912?profile=RESIZE_710x 

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • Poeta e Escritor

    Eu acho o sofrimento poético muito belo; mesmo sabendo que pode estar na realidade de alguém, pois assim eu penso, creio que o dia de amanhã -com a grandiosa fé que em nós existe- tudo poderá acontecer para o melhor, o certo e as maravilhosas realizações! Gostei!

This reply was deleted.