Mensagens de Blog

Poeta

Inspiração

Há um momento que o coração para
Não conseguimos mais trazer de fora
E naqueles milésimos que antecedem
Não entendemos como ali chegamos

Cada um de nós chega neste palco
Trazendo objetivos planos e anseios
Dores culpas pedras a serem partidas
Quando aqui chegamos esses nomes
São redesenhados agora chamam-se

Sonhos

Mas trazemos também
Um certo grau de loucura
Cada um com a sua própria
Frutos de insistentes erros
Insanidades cantadas em refrão

Descuidamos esquecemos
E ali está ele disfarçado
A mágoa incentivada e regada
Ganha força pede bis
O ódio assume a canção

Aqueles ramos de loucura crescem
Desequilibrados agora pelo efeito
Sem direito e sem cartilha
E o que resta agora a insônia

Na vida não há mais Poesia
Sequer lembra-se que um dia ali esteve
Uma pessoa sadia deixou-se levar sem resistência
Talvez reste apenas a ausência já não importa
Como machuca a solidão

Que fiquem os sorrisos esquecidos atrás da porta
Antes do adeus não haverá qualquer festa
E fica na lembrança a vitória do ódio e da descrença
O bilhete premiado sem ruídos ou sem vento
E você morre de fato um pedacinho a cada dia

E dói...

Mas há um momento que o coração quase para
Já não são suficientes as respostas fabricadas
Desejamos mais desejamos entender
Desejamos viver um pouco mais a cada dia

E em resposta o que encontramos?
Um sol atrás do outro e recebemos mais golpes
Firmes e repetidos incessantes

E um dia despertamos
Cada golpe cada ferimento chama-se agora conselho
Na verdade um presente que vem ali do outro lado
Para cada um de nossa gente

E o recado é urgente: Respirem
Redefinam prioridades
Lembre-se do que são feitos seus sonhos

Não iremos a lugar algum
Não enquanto insistirmos em não ver
Enquanto não entendermos
Que por trás do verdugo há uma flor
Que sem perdão não encontraremos o amor

Permitam-se por favor serem abraçados
Seu coração não tem de ser vazio
Permitam-se cantar permitam-se ser amados
Deixem de lado o compromisso assumido
Com o medo e com o orgulho
Baixem a guarda nunca estiveram sozinhos

Emocionem-se e namorem!!!!!

Há um momento que o coração para
Não conseguimos mais trazer de fora
E naqueles milésimos que antecedem
Podemos olhar ao alto fechar os olhos
E sorrir
Estamos voltando para casa...

Fiquem com Deus

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –
Poeta

Carlos Correa

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.