Mensagens de Blog

Poetisa e Escritora

ILUSÃO DESILUSÂO AMOR

 

 

 

Ilusão/ desilusão/ Amor

De Té

 

Na solidão do meu olhar, consegues visionar

Quanta dor destrói meu coração que acorrentaste.

E foi em teu abraço forte, que me fui aprisionar.

E no beijo meigo, com que me desejaste.

Que lamento tristemente, minha ilusão.

 

Invadida de um abismo revolto e estonteante.

Eu sigo adiante, meu trilho sem guia.

Quis a ilusão, que fosses meu engano perturbante.

Penei anos nessa traição sombria e fria.

Nuvens turvas, trespassaram meu paraíso aliciante.

 

Quebrando esta agonia, que me cerca e me atormenta.

Afundo-me em águas de rebelião.

Escondo o cansaço que me envolve e me desalenta

Seja meu amor. a maior intenção

Para não evocar esta desilusão.

 

Teus caminhos, minha desilusão, continuam perturbados.

Quando perdido, cansado procuras a luz

Sei que voltas e a lassidão domina os teus passos magoados

Mas a candeia da nossa morada teu norte reluz.

Abraço-te, esqueço, minha rebelião e seguro a minha cruz..

 

De Té Etelvina Acosta

04-03-2017

Postado nesta data em Peapaz

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –
Poetisa e Escritora

Imagem de belas artes belas dar os creditos a quem pertence a criação da imagem

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.