Mensagens de Blog

FOI UM TESTE  

 

 

3708574393?profile=RESIZE_710x

Havia uma insegurança

Quando te convidava para a dança

Ao pegar na tua mão

 

Meu coração saltitava

Como um relógio avariado

Cheguei a pensar que ia parar.

 

Quando a música terminou

Algo sentia nos teus olhos

Em ti via a tela que pintava

Trazias-me lembranças de uma estrela de cinema.

 

A noite terminava, a despedida foi errada.  

Já não queria dançar de novo

Passos de dança culpados não têm ritmo

Embora não seja difícil fingir

O mais fácil foi fugir.  

 

Deverias saber que os passos de dança não se trocam

Portanto jamais dançarei  

Do jeito que dancei contigo

Porque na minha mente tornei-me teu inimigo.

 

O tempo jamais apaga os sussurros indiferentes

Para os mesmos pés que tão bem dançaram

A ignorância foi bondosa

Mas não deu boa disposição à vontade de propositada   

Nunca dançarei à mesma velocidade

Porque sem teu amor perdi a vontade

Esta noite ouvi a música da nossa primeira dança  

Apeteceu-me fugir no meio da escuridão

Para não enfrentar a multidão.

 

Há sempre uma razão

Mas é preferível não a declamar  

Se voltássemos a dançar seria para nos machucar

Com as parvoíces que iríamos falar

Com certeza que votava-mos tudo a perder

Juntos, éramos muito mais fortes.

Podíamos ter vivido aquela dança para sempre.

 

Mas por favor não fiques,

Para evitarmos o confronto   

É preferível silenciar do que voltar a dançar

O que foi poderá voltar a ser

Por não saber o que nos fez sofrer

Só sei que nunca ignorei 

Para ser ignorado…!

 Joaquim Moreira

11-11-2019

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.