Boa Participação

ESCRAVA DO AMOR

3814196851?profile=RESIZE_710x

 

Hoje sou escrava da minh’alma carente

que chora tua presença, ausente

abri os olhos...não te vi me deixaste só

levante o edredom aconchega-te

fique atrás de mim...em conchinha

me aqueça...Me ame toque meu corpo

me enlouqueça...de desejos carnais

não deixe que me perca mais...abraço-te assim

feche a porta...sente-se a meu lado

conte-me seus desejos obscuros

esconda-nos do mundo dentro de ti

me beije na boca, um beijos sugado

bem fundo...em nós dois entre

acalente-me, no teu colo

acolha-me me aperte bem

não me deixe só

me leve até ao mar, ouça o barulho das ondas

que me chamam, o azul canta este amor

que do fundo vem.

 

MENDUIÑA

 

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • TOP BABPEAPAZ

    É assim a paixão!

    Beijo, Menduiña.

  • Cara Menduiña:

    Parabéns pelo seu intenso poema, com todo o apelo náutico brotado daquela enormidade do mar interior.

    Abraço do j. a.

  • Prezada 

    Poetisa Francisca

    muito bonito as narrações com o coração

    Atenciosamente

    Davi/Guardião do amor

  • Tava aqui pensando... Depois de ler 5 ou 6 vezes esta sua página poética, o que posso comentar?... Aliás, o que devo comentar?... Pois, quem tem a rara oportunidade, ou oportunidade rara, de ler o que você escreve, tem o dever de deixar algumas palavras para que você sinta o quanto és importante para a literatura brasileira, e por aí afora... Sim!... Porque quem escreve é MENDUÑA, a poetisa que faz tremular os cílios de quem gosta de poesia... No geral, as pessoas que leem poesias, costumam usar a leitura dinâmica, para chegarem logo ao final e comentarem: - Lindos os teus versos... (Particularmente... Deixa quieto...) Cada um sente de alguma forma... Mas, estava eu falando de que mesmo?... MENDUÑA, a poetisa!... Um abraço, minha amiga!!... NÔMADE...

This reply was deleted.