Mensagens de Blog

Poetisa e Escritora

ERROS DA ILUSÃO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Erros… da ilusão

De Té

 

Ai ilusão que és tão forte.

Ai ilusão que és tão doce.

Que me toma os sentidos.

Que enche de anseio o meu peito.

Que turva os meus olhos de pranto.

Que planta lírios na minha alma.

Delírio que me acorrenta.

Fantasma que me escraviza.

No céu há flores douradas

que caem em enxurradas

assinalam minha caminhada

Ai ilusão! Ilusão

Fresca água em dia de verão.

Verdes campos, pradarias.

Flores campestres malquereres

Cântico da minha alegria.

Deserto sem água nostalgia

céu sem a luz divina

beijos de fel amargura

Afrontas vacilações

.pássaros sem asas amortalhados

e tão triste o seu gemido

e seu canto já sumido

Ai ilusão! Ilusão.

Como ficou o meu coração.

Olho para o horizonte

e vejo uma fonte de prata

ninfas se banham e dançam

escuto o seu chamamento

é o canto das sereias

Quando na alma, o entendimento

Me mostrou o desencanto.

E a esperança ficou perdida.

O doce ardor apagado.

no meu corpo apenas ficou mágoa.

Triste vazio alquebrado.

 

De Té

 

 

 

 

 

512,515

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –
Poetisa e Escritora

Imagem de belas artes belas dar os creditos a quem pertence a criação da imagem

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.