Mensagens de Blog

ENQUANTO HÁ FÔLEGO

Admitir os dias que vão

Pelos vãos das cercas que nos cercam,

Exigem cuidados, entendimentos, atendimentos.

O que fazemos no automático rotina é.

O batucar dos pés nos arrastos,

O tirar e pôr de nossas carnes cansadas.

Vestir, despir, respirar e conspirar com o nada.

Rotina danada que dá dó sem vasculhar o pó da estrada.

Admitir os dias que se vão às sevas de ervas e chás.

Magia, feitiços, mandingas, rezas e orações.

Para quê? Estamos indo,

 Nos vãos dos dias que afora vão.

 

                                               Nena Sarti/ Tese sobre os sentimentos/2020

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.