Mensagens de Blog

Poetisa e Escritora

CRUEZA....

 

 

Crueza

De Té


Pelos olhos teus

Eu perdi os meus

Em chagas de alma

Lágrimas vertidas

E tão condoídas

ânsias calcadas

 

Não quero

 

Que a noite ,seja teu calvário

Nem quero,, que sombrio e desnudo

trilhes sendas ,do teu rosário

Perdido nas sombras dessa noite

 

Abatido

 

Perdido

Sem previsão , que te espreita o perigo

 Pensares ,que foste apunhalado

Quando na renuncia, estás a implorar

Que teu amor,se venha entregar

 nos braços teus ,amimado

 

Crueza

 

É o que tua alma agora gera

Sem fé, o amor ,perde a beleza

Esquece,que ámanhã é outra era

Que ja vem ai a primavera

Que te regenera

ao sol da verdade

DE Té  Etelvina Da Costa

 

 

 

 

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –
Poetisa e Escritora

Imagem de belas artes belas dar os creditos a quem pertence a criação da imagem e do poema

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.