COISAS DO VIVER

Das coisas do nosso viver
Na incessante procura do amor
Nos repetimos sem querer

Ao cultivar a flor
Ou semear o próprio pão
Tentamos esquivar-nos da dor
Praticando assim, a negação

Das coisas do viver
Num pensamento mais profundo
Queria eu viver em paz

E abrindo as minhas janelas 
Admirando as belezas do mundo
Que pena
Não é isso que o mundo faz

Das coisas do nosso viver
Na incessante procura do amor
O que se ve
É muita dor
Nos repetindo sem querer.

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Imagem da net

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • Belissimo!!

    Meus aplausos de pé,querida Hilda!

    Beijosssss

    • Obrigada pela leitura e comentário. 8.gif

  • Parabéns, Hilda! Bom trabalho.

    • Obrigada pela leitura e comentário. 8.gif

  • BRONZE BABPEAPAZ

    Muito bom 

    • Obrigada pela leitura e comentário. 8.gif

  • Belíssima Poesia em busca do amor

    Parabéns estimada amiga Hilda

    Abraços

    • Obrigada pela leitura e comentário. 8.gif

  • This reply was deleted.
    • Muito obrigada! <3 

This reply was deleted.