Mensagens de Blog

PRATA BABPEAPAZ

Chuvas de inverno

      

A chuva persistente e fria cai sem parar. O frio pede aconchego. Uma lareira, um delicioso vinho, um gostoso prato, um cobertor macio e  uma agradável companhia.

 As roupas de inverno são mais elegantes, mais coloridas. Um casaco, par de botas, cachecol,luvas.

 Geme o vento gelado que passa uivando .   Árvores solitárias onde os pássaros outrora  teceram encantados  ninhos se encolhem lavadas pelas águas que caem em abundância.

 Ao deslizarem pelos troncos as aguas se encontram e cavam um pequeno riacho na terra, continuando seu percurso, ziguezagueando em raros  desenhos pelo caminho. 

 Em minha infância fazia barquinhos de papel para vê-los navegar nas tardes chuvosas. Desciam a ladeira atrás da casa de meus pais.  Minha amiguinha  que morava mais adiante via meus barquinhos passarem velozes rumo à descida, em busca do destino traçado.

 No decorrer da vida passam tantas chuvas, tempestades  e granizos.

  A Natureza renova-se constantemente, transformando-se.

 Em breve o sol despontará trazendo calor, e os barquinhos de papel dos brinquedos infantís ficaram na saudade de outros tempos que se foram.

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.