Mensagens de Blog

Poeta

Breves sussurros

Protegido pelo som que amanhece das canções
Caminhando por uma pauta onde
Circulam meus próprios heróis e vilões

Sinto que os cenários hoje tão vivos e comuns
Conseguem transformar em verdade
O encontro de sonhos e realidade

Eu queria muito criar que fosse uma única canção
Fazer nascer da extremidade de meus dedos a energia
As partituras que em seus ecos e folhagens
Fazem gotas de lágrimas ou cascatas de emoção

Eu queria fazer dela minha sincera oração

Talvez eu tenha sabido um dia
Acredito então que não valorizei
Talvez as grades que me oprimem
Sejam frutos amargos de outras sementes
Aquelas que desperdicei

Eu queria mesmo dar vida às canções
Sussurrar palavras ao vento velho amigo
E transmitir aos instrumentos as visões
Que rabiscam minha mente e que sei
Por ele foram semeadas

Eu queria ter a capacidade de mudar de cor
De fazer cócegas nas lágrimas até que renasçam em risada
Eu queria terminar com o frio e com o azul
Sentimentos que esgotam seu coração

Pode ser um dia ou uma noite quem sabe
Seja como for quero que a esperança não se acabe
A vontade de transformar o silêncio em canção
De trazer do vazio os antigos versos escritos
Nas câmaras de meu coração.

Que Deus nos abençoe sempre

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –
Poeta

Carlos Correa

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.