Mensagens de Blog

Poeta e Escritor

bestas não, anjos

De preconceito tenho preconceito,

o preconceito confessado a mim

mais por mulheres a invocar respeito

por si mesmas, e pelo mundo, enfim;

 

E preconceito é brincadeira estranha,

cá no terceiro mundo mascarado;

sofrer um é doença, vem e ganha,

é coisa de miolo alienado.

 

Mas o que importa talvez seja o amor,

um pinguinho de amor nessa soberba

alheia, dos estranhos, nova cor,

 

estranhos que se lambem toda sexta,

numa demonstração de puro afeto,

quase anjos, animais jamais, nem bestas.

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.