Mensagens de Blog

Poeta e Escritor

Soneto Bandido

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Bater e Beijar

 

Que fazes para mim... Com tanta candura

Com a aura iluminada de um querubim

Lumias o meu céu com asas de cetim

E voa feliz com a alma a meia altura

 

E sim... eu me entrego a este amor loucura

Que invade m'alma travessa de arlequim

Na aurora deste sentimento que no fim

Faz-me voar, minha prenda, linda e pura

 

Ah, delicias de gozos! Eternos... vorazes

Ilumina a cópula com raios de luz

Cortado por longos gemidos e frases

 

Ah, Horas dos amantes que tanto seduz.

E que se imortaliza no jogo que fazes

Bater... beijar. Faz-me um Judas...pregado na cruz.

 

Alexandre Montalvan

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.