Mensagens de Blog

ARTE DA CRIAÇÃO

 

Meus dedos , agulhas ocasionais,

fios de telas de aranhas nobres.

teço sua pele, configuro o rosto,

componho todo interior valioso,

vou esquecendo digitais

por seu corpo de água e cobre;

cobre seu manto de ternura.

Costurando adereços, apurando o gosto

de mel, do belo, do indecoroso.

Finalizada a obra prima, me atordoo,

ante tão imponente imagem,

me alucino, me doo.

Você, principal. personagem,

Eu, mero coadjuvante.

(gustavo drummond)

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.