Mensagens de Blog

Poeta e Escritor

AH, QUE DERA EU FOSSE O VENTO!

Ah, Quem dera eu fosse o vento
Pra refrescar meu desejo
Mesmo que fosse em lampejo
Em ti faria um rebento.
Ó Sabor que eu alimento
Derrame teu “caldo” em mim!
Que lá no meu camarim
Palmo a palmo te consolo.
Depois te sento em meu colo,
COLIBRI DO MEU JARDIM.
X
Direitos autorais protegidos 
Pela Lei nº. 9.610 de 19/02/1998.
X
WatsApp: (11)9.4213. 7976
Visitem:https://www.narradoresdecordel.com/

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.