Boa Participação

AGONIZANDO

706190559?profile=RESIZE_710x

AGONIZANDO

 

Meus sonhos desfeitos-

desorganizaram minha vida

por ti atravessei montanhas íngremes,

nos caminhos me perdi de desgosto

desatinada a vida passou como um vulcão

levando tudo que tinha em frente,

em grades me condenaste a viver contigo!

Como numa masmorra fria vivi anos

meus gritos ecoavam além das montanhas

as trevas selaram meus dias

aflições repetidas vezes no dia a dia vivia

aprisionada vivia sem ter cometido nada

me condenaram a prisão perpétua

assumo minhas fraquezas

as carrego até o fim dos dias,

morri naquele fatídico dia.

MENDUIÑA

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • Triste, porém bela forma de poetisar. 

     

  • TOP BABPEAPAZ

    Morreu nada, poeta Menduiña!  Ou não estaria aqui e agora a versejar tão claramente!

  • Não!... Não, e não... Naquele bendito dia, você, deu início a uma outra vida; uma vida mais inteligente, uma vida que apresentou para você, novos horizontes, outros objetivos, e o teu sorriso realmente sorriu para você... Tanto, que agora, tenho certeza de que você vai suspirar e dizer para o teu EU: - O Nômade tem razão!... Vamos caminhar para a vida!...

    Minha querida amiga, um beijo no teu coração!... NÔMADE. 

This reply was deleted.