Mensagens de Blog

Poetisa e Escritora

A tua cantiga

A tua cantiga

Chegas pelo ar, dos zéfiros no
Adejo que o destino vário põe,
Entre a realidade e o imaginário!
Ao ver-te, venço o tempo do desatino...

Ousas tudo, que és homem com quem brinco,
Enamorado, dentro vives um dançante
Alvoroço luminoso, nas cinco
Pontas duma estrela Radiante!

- Fluindo cristais sonoros em versos
Virgens, sigo oferecendo o Amor Puro,
E a glória de arrancar dos meus aromas sobejos,
O lábio casto do mar vasto dos meus beijos...

Oh cristalizados zéfiros,vinda de uma lenda antiga
Num solar sem dono, mas arfante, acordei
De um longo sono, bem breve, sonho de Rei
Que dedica à sua Rainha sua Cantiga!!!

Efigênia Coutinho

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.