A PROSTITUTA

4159063412?profile=RESIZE_710x

 

 

Pela sociedade sou condenada

Por ser mulher da vida.

Mas, aos oito anos de idade,

Por meus pais fui vendida.

 

Um pedófilo me comprou.

Minha inocência ele tirou.

Durante alguns anos

Do meu corpo ele se aproveitou.

 

Assim, como eu,

Com muitas jovens aconteceu.

De prostitutas somos chamadas

E pela sociedade sou repudiada.

 

Culpar os nossos pais, jamais!

Escolher entre a miséria e morrer de fome

Melhor vender uma filha

Para salvar toda a família.

 

A sociedade precisa

Que a renda seja mais bem distribuída.

Que o rico seja rico!

Mas o humilde não seja mendigo!

 

Autor Eduardo de Azevedo Soares

Guerreiro da Luz – Edu Sol

 

https://www.blogger.com/blogger.g?blogID=8256775439348108047#allposts

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.