Mensagens de Blog

A POESIA E EU

A  POESIA E EU

 

Irreprimível  estou sem a poesia

nem me conheço longe dela

as nuvens passam despercebidas

lá no horizonte o sol se esconde de mim

minha retina deixa a vista embaralhada

num mister de beleza e saudades

as cores me levam para longe, nem eu sei,

lá atrás onde o amor era diferente

agora meu peito numa mistura

de agonia e vontade de viver

entre tristezas e sorrisos

os dias passam acomodados

silênciosas horas  vão passando

eu e o espelho meu companheiro,

decifro este medo que me retém

devagar sigo assim sentada

quase parada, quando posso, um passo após outro

a vida me leva bem devagar  quase parando

mesmo assim sou feliz enquanto

posso escrever minhas poesias.

 

MENDUIÑA

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • OURO BABPEAPAZ

    Muito bonito, Menduiña.

  • BRONZE BABPEAPAZ

    795723695?profile=RESIZE_710x

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    785645726?profile=RESIZE_710x

  • 781479981?profile=RESIZE_710xseus lindos versos querida Meduina!Beijosssssssssss

  • Cara poetisa Menduiña, teu poema fez-me refletir. Por que será que a maioria dos poetas é de meia idade para frente? Será porque o vigor da juventude dispensa poesia e o entardecer de nossas vidas nos leva a pensar, refletir, escrever, poetar? Será a poesia um tônico vital para amadurecer com saúde física e mental? Fica a indagação para você e os demais. Eu tenho cá minha resposta.  

    • Bom dia caro poeta sua resposta não sei a minha é! expereencia de vida traumas de amor, amar demais ou ter lutado por amores não conrrespondidos, ilusões, desilusões, e algo mais é a vida que nos inspira meu querido, beijos788010240?profile=RESIZE_930x

This reply was deleted.