A NATUREZA E SUA DESTRUIÇÃO

4088990065?profile=RESIZE_710x

 

A NATUREZA E SUA DESTRUIÇÃO

 

Na infância espaço não faltava

O vizinho mais próximo distante morava

A beleza plena da natureza me brindava

E a liberdade a minha existência acariciava.

 

Nas matas as folhagens verdejantes

Muitos pássaros cantantes

As cascatas e riachos deslizantes

Animais de belezas estonteantes

 

Com o passar do tempo o progresso chegou

Com as máquinas o homem a natureza mutilou

Montes, rios e cascatas, logo tudo agonizou.

A destruição o homem implantou.

 

Hoje, a selva, se transformou.

O chão se cimentou ou asfaltou

Sem a terra a semente não mais germinou

E nas águas o oxigênio se esgotou.

 

Com a água poluída

A vegetação aos poucos é destruída

E toda a fauna vai sendo perdida.

O que fará o homem para preservar a vida?

 

Autor Eduardo de Azevedo Soares

Guerreiro da Luz – Edu Sol

 

https://www.blogger.com/blogger.g?blogID=8256775439348108047#allposts

12/03/2013

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas