Mensagens de Blog

Poetisa e Escritora

A MINHA SOLIDÂO

 

 

 

A minha solidão

De Té

 

Solidão é o meu estado de alma

Por não poder esvair esta indecisão

Este sentimento que me oprime.

Porque sem te querer amar, amo-te.

Porque sem te querer dentro de mim

É isso que mais desejo.

Porque dizendo, que só quero a tua amizade

Não vês, que quero mais que amizade.

Quero esvair-me, na doçura do teu corpo que me adoça.

Dos teus olhos, que me encantam.

Dos teus murmúrios, que me endoidecem.

Da tua voz, que me embriaga.

Solidão

E este meu despovoado. querer e não querer.

Nesta ambivalência, que me confunde

Que me tira o sono. que me inquieta.

Meu mundo tem a bruma, que cresce dentro de mim.

Neste isolamento, que me domina.

Não recuso a emoção do amor,

Sem amor, minha vida não teria sentido

são meus ais, meus ecos perdidos

É aquela voz, que me incita me provoca

Mas estremeço perder-me nele,e sair sofredora

Solidão

Um risco, que vou adiando, de não me entregar a este amor.

Razão do meu viver, tormento que escondo

No mais recôndito da minha alma erma

A minha solidão faz com que fique inerte

Olhando tudo, e não vendo nada, sobressaltada

Porque minha solidão, tem a raiz na indecisão

Para me lançar, no caminho onde ainda não fui

Que pode fazer de mim uma alma amargurada

E se me perder de mim,nunca mais me encontro.

 

De Té; Etelvina Costa

2010~02~05

 

 

183.516

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –
Poetisa e Escritora

Imagem de belas artes belas dar os creditos a quem pertence a criação da imagem

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.