Mensagens de Blog

A CHAVE APARECEU

3413011767?profile=RESIZE_710x3413012023?profile=RESIZE_710xSem querer ofendi teu coração

Por não ser como gostaria de ser

Não sou perdoado pelo sofrimento causado  

Por contextos alheios

Fiz sem intenção mas fugi na mesma ocasião!   

 

Poderei ou não ser perdoado por te ter magoado

Com tanto infortúnio na vida

Criei tempestades causei alguma angustia

Não serei perdoado por as decepções

Contextuadas pelo amor…

 

As dificuldades que tens em estar comigo

São indignas.

Estás à procura tentando mudar

Para voltar a falhar…

Já não acreditas ao veres eu insistir

Tanto em teu amor.

Tento dar-te o melhor de mim

Mas fico alheio ao desapontar-te no fim.

 

Perdoa-me por não saber estar

Como sou capaz de te perdoar

Quando penso em tudo que me ensinaste

Vejo o teu reflexo.

Quero ser como tu confiável e comprometido

Sei que o pouco de tudo

É menos do que nada.

 

Com o meu envelhecer

Garanto-te um amor estável

Arrepiarei aquele mundo escuro e vazio

Procurarei destrancar a porta e acender a luz

Que um dia se fechou à chave,

 

De seguida foi lançada

Perdendo-se naqueles imensos grãos de areia

E ali ficou abandonada.

Mas hoje procurei e encontrei a chave perdida

A mesma água que a levou trouxe-a e a lavou.

Tentarei reparar a fechadura calcinada

Por estar há tanto tempo parada e enferrujada!

 

Joaquim Moreira

07-08-2019

 

 

 

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.